Monday, March 16, 2009

Discotecas

Este fim-de-semana fui a uma discoteca, supostamente muito in e muito bem frequentada (é o que se diz)... A verdade é que eu sou mais adepta de um bom jantar entre amigos e conversa até às tantas, ou até um bar com música ao vivo, mas discotecas... Tem dias...

Fiquei decepcionadíssima com a discoteca... Entre Cinhas Jardim com ar de avestruz ali no meio da filha e das amigas da idade da filha (e a Cinha mais louca que elas todas juntas, com um ar de ataque), e Carla Matadinho com o seu mega decote e o seu ar reles (está melhor morena, é verdade, mas aquele arzinho brega ninguém lhe tira...), e mais uma ou duas vedetazinhas à procura de olhares e protagonismo, o que se via eram só engates... As discotecas sempre foram antros de engates, é obvio, mas havia uma percentagem simpática de pessoas que iam dançar para se divertir, e não miúdas de 15 anos, pequenas saias e grandes decotes quase a terem sexo em plena pista para o homens olharem para a cena lésbica que se adivinhava...

Muitas mulheres (e meninas, principalmente) elegantes, é verdade, lindíssimas e muito bem arranjadas, mas que perdem o nível todo à primeira oportunidade...
Resumindo e concluindo, valeu a pena porque tinha acabado de comprar uns sapatos fabulosos, e tinha de os ir passear (e estragar os meus pézinhos, que sapatos fabulosos são, geralmente, altíssimos), mas fiquei triste com a miséria que se vê à noite...

Bjs

10 comments:

GATA said...

Há muito tempo que não vou a discotecas, tal como tu sou mais adepta de um bom jantar entre amigos.

Mas já saí muito e já frequentei sítios chamados 'in' e assisti a muitas cenas semelhantes... se dantes já não tinha paciência, agora muito menos! :-)

tatanita said...

Txii nem me fales.... aqui no Porto tb tá assim, enfim, já nem vou a discotecas, estou mais na onda de ir ouvir uma banda de jazz ou assim a um bar e conversar muito.
Será que estou a ficar velha???? lol

Cat said...

Estou nos meus tempos de universitária mas nem isso me faz ir mais vezes à discoteca. Partilho da mesma opinião. Um jantarzinho em casa ou num restaurante com a malta toda reunida, ou até mesmo um barzinho com musica ambiente sabe sempre melhor que os berros da musica e a histeria das mulheres lá no meio da discoteca!...

Bomboca said...

Este fim de semana também fui a uma disco nova (para mim) e também valeu a pena apesar de a música não ser a melhor.
Vedetas não havia mas havia com cada personagem lololol.

Mundo dos Tesourinhos said...

De tempos a tempos gosto de sair a noite para dar um pezinho de dança. São tristes as figuras que muita gente faz mais isso é lá com elas, porque eu saio à noite para me divertir. Mas não sou daquelas pessoas que saem todas as semanas. Como disse..de tempos a tempos!

Bubble MInd said...

mesmo... concordo cntg! ja n teho paciencia para essas coisas, porque é mesmo isso que se ve quando se sai.. n entendo pk é k as pessoas n saem simplesmente para se divertir um bocado.. enfim... espirito fraco é o k é:)
lololol
quanto a visita ao porto podes cobrar a vontade ( e n entendo pk ainda ninguem te trouxe ca).. verdade seja dita, o porto tem sitios lindos e acho que vale mesmo a pena.. beijocas

P. said...

é por isso que em lisboa, a única disco onde vou é ao lux. e nem é sempre.

Dry-Martini said...

Troquei há muito as confusões e a Discoteca por um bom tinto e um piano de cauda. Companhia e boa conversa. Com ou sem sapatos :)

XinXIn

M said...

Já não vou a uma discoteca à bastante tempo, às vezes ainda tenho algumas saudades de dançar, porque adoro, mas hoje em dia sou mais de um bom jantar com os amigos e ou ficar em casa, ou ir a um bar e ficar a conversar noite adentro...
Xoxo
M

Anne said...

Hmm...a que disco te referes? Kremlin!? As discotecas são um escape para muita gente que não tem capacidade para conseguir "de dia" aquilo que só consegue á noite e por de trás de holofotes gigantes :)