Friday, April 3, 2009

Não era para ser


Não era para ser...

Não era para ser fraca e sucumbir a ti, esquecendo aquilo que durante anos nos foi afastando, matando e consumindo aos poucos, numa relação tão quase-perfeita...
Eu lembro e relembro cada momento menos bom, num exercício de memória que tende a falhar consecutivamente, onde querem persistir os sorrisos, as piadas, a cumplicidade...
Não era suposto ser assim, passado tanto tempo a acreditar que estarias fora da minha vida, o que vieste tu fazer? Vieste por em causa meses de uma reabilitação dolorosa, qual droga ou álcool...
Porque não arranjaste alguém? Porque não me esqueceste em todo este tempo? Logo tu... O tão grande e inatingível homem a quem ninguém magoa ou, sequer, se aproxima (sabes, é assim que te vê quem não te conhece bem, e logo a ti, o meu menino).

Vai-te embora, por favor...

Bjs

4 comments:

GATA said...

Não precisas de o mandar embora, basta que não o deixes voltar! :-) It's up to YOU, my dear!

Flor said...

não deixes entrar,só isso...
passa no meu blog que tenho la um miminho para ti...
beijinhos

Bomboca said...

Sê forte. Se é passado é lá para trás que tem de ficar. Bjinhos e bom fim de semana

Nicole Pedrosa said...

este texto tocou me bastante. tens um bom blog e imenso jeito para escrever.

beijinho, continua assim )